sexta-feira, 21 de agosto de 2009

baú de memórias.


eu sou feita de lembranças e memórias. algumas ruins, outras boas, e outras inimagináveis. minhas memórias são uma das únicas coisas que ninguém pode, e nem poderá tirar de mim. estão em mim. marcas pequenas e grandes que nem o tempo apaga. algumas delas se escondem de mim, ou eu me escondo delas. mas elas não saem de mim. as lembranças ruins eu guardei em um baú bem escuro, e abro vez em quando, pra lembrar que ainda estou viva. e que nenhuma delas é capaz de tirar a minha força de sobreviver às mais variadas situações que a vida pode me trazer. e exite também o baú das lembranças boas e inimagináveis. ele é colorido e cheio de sorrisos, estrelas, e tudo de mais bonito que eu já vi. esse baú eu abro todo dia. ele me faz ter um motivo pra abrir os olhos de manhã. e de querer continuar abrindo todos os dias. é, o tempo não volta, as pessoas mudam. mas as lembranças ficam e são intransmissíveis.

3 comentários:

lÿmmah disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
lÿmmah disse...

as lembraças muitas vezes fazem nós nos perdemos em busca de readiquir os bons momentos, isso muitas vezes é demasiado extraordinario quando conseguimos mais na maioria das vezes, nos frustamos, talvez por saber que esses momentos não irão voltar!

Thiago disse...

seria bom se soubéssemos apagar lembranças. seria bom...